Junho é um mês importante. Onde se celebra uma das maiores fragilidades nos direitos humanos. De que falo? Falo das diversas causas e iniciativas LGBTQI+ e que, ano após ano, mudança após mudança, continuam ameaçadas. Muitos julgam que não, mas não é preciso ir longe para encontrar, numa rede social, comentários e reações negativas à capa que muitas marcas e empresas colocam nas suas imagens de perfil. É uma luta diária, semanal, anual, e que visa lutar por algo, quer pela geração passada, pela atual, como pela futura.

É com este desejo de mudança e pelo contacto que tenho do meio social – quer pela minha formação, como trabalho -, que anúncio neste mês de junho, o conhecido mês Pride (Orgulho), o meu próximo livro. É certo que ainda faltam alguns meses para o seu lançamento, mas o seu anúncio tinha de acontecer “agora”.

Dislike

Como sabem, Dislike é o título do meu próximo romance YA e, sabendo disto, a Filipa convidou-me para conversar um bocadinho sobre ele e das diversas temáticas que irá abordar. A entrevista foi dada para o site dezanove:

Diogo Simões lança novo livro de temática LGBTI+ em Portugal

diogo simoes dislike.jpg

Diogo Simões é um dos novos escritores portugueses de sucesso. Nasceu em Leiria e licenciou-se em Serviços Sociais com um mestrado em Intervenção com crianças e jovens em risco. Tem três livros publicados pela editora “Cordel de Prata” e é um escritor activo na plataforma digital Wattpad, tendo também o seu próprio blog.

A inspiração não lhe permite parar, levando-o a um novo livro, marcado pela sua vida e experiência profissional, este jovem escritor está no momento a escrever um livro focado num casal de jovens adolescentes LGBTI+.

dezanove.pt contactou o autor com o intuito de recolher mais informações sobre o seu futuro livro “Dislike” e sobre a forma como as questões dos jovens LGBTI+ da nova geração seriam abordadas. A história é inspirada não só na realidade social em que nos encontramos, “uma em que os jovens vêem as redes sociais como escapatórias de um sofrimento, por vezes, silencioso e, para alguns, julgado incompreendido”, mas também nas vivencias profissionais do autor como assistente social e em experiência passadas por ele próprio com o cancro do seu melhor amigo. O Diogo alega que “Foi um misto de sensações e emoções que procurei respeitar em cada página”.

Todos nós sabemos que os jovens LGBTI+ passam por diversas situações que outros jovens não passam, depois de vários diálogos internos e de ter procurado leitores-beta o actor pensa que o que aborda na história consegue respeitar a realidade existente e as dificuldades e lutas psico-sociais. Ficamos também a saber que os dois personagens principais serão pessoas com caminhos bastante distintos, estes rapazes irão fazer um caminho de auto-descoberta que deixou o autor bastante contente. Os leitores beta elogiaram o autor pela forma como este, representou a “primeira vez” dos personagens. Estes disseram que os marcou e aconchegou de uma forma que não esperavam. Ficamos também a saber, em exclusivo, que o autor pretende criar um universo partilhado de personagens, onde irão aparecer personagens de outros livros da sua autoria e assim sendo, podemos esperar ver as personagens do “Dislike” em futuros livros do autor.

Continua a ler

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.