vos falei do orgulho que tenho nas leituras deste ano. Em como me permiti a descobrir novos autores, novas histórias e apoiar o que por cá se faz. Apesar de nem todas as leituras terem sido marcantes, sou apologista que cada um deve formar a sua própria opinião, pelo que aqui estão as leituras deste ano:

A Morte do Papa

A Morte do Papa

Nuno Nepomuceno vem demonstrar, novamente, como um bom trabalho de pesquisa, equipa e imaginação, conseguem tornar uma história inesquecível.

O certo é que, passando por diversos meandros de temas polémicos do Vaticano e que assombram a instituição em tempos atuais, a história consegue causar no leitor uma reflexão profunda e até, em alguns casos, acredito que preocupante.

Adorei que a Diana fosse quase a protagonista do livro e, devo confessar, que a preferi ao invés do Afonso. Adoraria ter histórias dedicadas a esta.

Podem, apesar de tudo o que me encheu o coração de adrenalina, confesso que o final me deixou com um sabor meio que amargo na boca para personagens tão cruéis. O mesmo para a presença de um escorpião que me deixou meio que atónito.

Com isto, só posso desejar que, um dia, alguém em Portugal se digne a fazer adaptações cinematográficas de obras tão boas com as do Nuno.

Wook | Kobo

Quietos

Quietos

Uma história com diversas perguntas a implorar por respostas e escrita de uma forma muito boa.

O Bruno revelou uma grande perícia e este conto foi uma autêntica delícia. Sendo uma história que o autor ofereceu há alguns meses, será difícil de a voltar a encontrar, mas estejam atentos.

The Summoner’s Cry (The Last Summoner, #1)

The Summoner's Cry (The Last Summoner, #1)

Uma estreia incrível e surpreendente da Ana neste universo e que me deixou a desejar por diversas histórias prequelas e sequelas.
Um trabalho notável de escrita, criatividade e imaginação. Espero que este universo continue a ser explorado pela autora e que dê ao leitor preenchimento quanto aos diversos mistérios das personagens.

Wook | Kobo

O lado privado de uma pandemia

O lado privado de uma pandemia

Uma leitura deveras interessante e onde se retrata o lado realmente privado de uma situação pandémica. Relatos que nos deixam a pensar e, meses depois, a perceber que o mundo tomou ainda outros rumos e inesperados.
Adoraria um livro sequela, com novos dados e testemunhos e o acrescento de uma análise mais científica.

Wook | Kobo

Amor à Primeira Assinatura

Amor à Primeira Assinatura

Uma história fabulosa e que, na minha ótica, se revelou um belo romance de estreia.

Gostava de ter tido mais capítulos e mais desenvolvimento em alguns momentos, mas fico deveras surpreendido por o que a autora consegui fazer! Espero que se aventure num segundo.

Wook | Kobo

Black Heart II

Black Heart II

Lembro-me como se fosse ontem quando, pela primeira vez, contactei com a escrita da Lauren. E, achando-a deliciosa, senti diversas incongruências na história. Hoje, anos mais tarde, olho para esta Parte 2 com espanto pelo que a autora fez. Pelo trabalho tido e pela forma como, de forma cautelosa e informada, abordou temas como a automutilação e o suicídio.

Senti que um elemento da história ficou por resolver e, quiçá, espero que a autora volte, mais tarde, a este mundo que criou. Por agora, resta-me recomendar esta história para todos aqueles que veneram o romance. Parabéns, Lauren. É tão bom ser teu amigo e entusiasmar-me genuinamente pela tua mente e paixão!

Wook

A Conspiração de Atlântida

A Conspiração de Atlântida (3020 #1)

Foi fabuloso voltar ao género da ficção científica e de um mundo e realidade tão bem criada pelo autor.
O certo é que, com um presente cada vez mais ameaçado pelo mal que fazemos, o futuro que Colaço nos dá tornar-se extremamente plausível.

Tendo gostado das personagens e da forma como a história foi construída, não pude deixar de notar como os diálogos e pensamentos me parecem extremamente eloquentes e em todas as personagens. Para uma sociedade onde a fala praticamente não existe nem os livros, considerei estranho.

Wook | Kobo

O Caça-Cidades

O Caça-Cidades

Uma bonita história sustentada por uma escrita fabulosa e altamente promissora. Sendo o conto de estreia da Ana Reis, o mesmo torna-se obrigatório para os que querem conhecer o potencial desta nova autora.

Kobo

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.