A importância da “solidão”

Escrevo-vos isto no sul do país. No Algarve, mais precisamente. Muitos dos meus já foram dormir, enquanto que a família termina uma mariscada no andar debaixo. Estou exatamente no mesmo local em que o ano passado terminei o meu terceiro livro. Estou também no mesmo sítio que há três anos terminei o Esquecido, e ainda … Continue a ler A importância da “solidão”

O nosso “Eu”

Eu não sei como vos estou a escrever isto, sinceramente. Não depois de ter estado um dia inteiro a escrever sobre este mesmo tema na minha tese. A verdade é que entre consultas de apontamentos e textos, cheguei a uma conclusão muito importante. Uma que vem claramente influenciada pelos dias de hoje. Vivemos na era … Continue a ler O nosso “Eu”

Porta-chaves

Crescendo e vivendo na cidade onde nasci, ter um porta-chaves, como via em muitos amigos meus, era raro. Quero com isto dizer que apesar de adorar colecionar todo o tipo de porta-chaves, e de ter chaves, nunca as usava. As casas dos meus familiares, sendo a metros da minha, bem como o trabalho da minha mãe, … Continue a ler Porta-chaves

A Caixa da Vida

É geralmente durante a noite… quando o frio me invade e tenho apenas como companhia a escuridão… uma escuridão que, aliada ao meu ser, me faz fechar os olhos e abrir a caixa das recordações. Abro a caixa, abro a caixa com bastante cuidado. Não porque tenho medo, mas sim porque o que guardo lá … Continue a ler A Caixa da Vida

Fecho os olhos…

Fecho os olhos… fecho porque estou exausto. Estou cansado! Estou cansado do mundo. Estou cansado de acordar todos os dias, abrir os meus olhos e ver que está tudo na mesma. Estou cansado de acordar e ver que nada mudou. Estou cansado de ver que está tudo na mesma e que depois de tudo o … Continue a ler Fecho os olhos…

É como se estivesses a gritar… e ninguém ouvisse… Mas há quem ouça!

Todos temos esses dias… Aqueles dias em que nos sentimos em baixo… aqueles dias em que, ao olharmos para o lado, não vemos ninguém… dias esses que é difícil olhar pela janela da vida e ver, com verdadeiros olhos de ver, aquilo que aconteceu. É difícil! É difícil porque sentimos que nos tiraram o chão. … Continue a ler É como se estivesses a gritar… e ninguém ouvisse… Mas há quem ouça!

“A MÚSICA TOCA, O ARTISTA CANTA, E O SENTIMENTO INSTALA-SE”

A música toca, o artista canta, e o sentimento instala-se. É assim, não é? É sempre assim. Aquela palavra que nos toca, que toca na nossa ferida de uma maneira tão violenta… tão intensa… de uma maneira tão fria. Faz-nos pensar que não estamos verdadeiramente bem. Faz-nos sentir que… faz-nos sentir magoados. Que, afinal de … Continue a ler “A MÚSICA TOCA, O ARTISTA CANTA, E O SENTIMENTO INSTALA-SE”

15 Mil Leituras em “Ao Encontro da Felicidade”

Mais 15 Mil Leituras! MUITO OBRIGADO! Eu tenho que agradecer novamente, mesmo depois de ter agradecido pelas 20 Mil leituras da obra inicial: Em Busca da Felicidade. Ao Encontro da Felicidade foi escrito no ano passado sendo que o seu fim se deu dia 4 de Março do mesmo ano. A série remetia assim para … Continue a ler 15 Mil Leituras em “Ao Encontro da Felicidade”