“Um fim arrebatador e inesperado. Arrepiante até à última palavra”

― Crítica de "Ana Salgado"