Pode ser algo quase chocante — especialmente para quem não me acompanha no Instagram —, mas na semana passada, após conversar com um editor, cessei o contrato que tinha. Com o término deste contrato, que se renovava anualmente, voltei a recuperar os direitos de distribuição e comercialização daquele que foi o meu primeiro livro e história publicada: O Bater do Coração.

O fim de uma década

Não é propriamente uma década, visto que só em 2024 o livro faria 10 anos, mas a história foi escrita muito antes e, anos após a sua publicação, isto tinha de acontecer.

As razões que me levaram foram bastante simples: as vendas não eram propriamente expressivas para me fazer duvidar desta quebra no mercado; não me fazia sentido manter o livro com a casa editorial em questão.

O mundo mudou, eu também!

Não me interpretem mal: estou grato com o que aprendi. E, por mais que naquela altura e com os meus 18 anos acreditasse que me ia ser prometido o mundo, estou agradecido com o que aprendi. Com a ponderação que ganhei e a visão solidificada do mercado.

A realidade é que, nos dias de hoje, uma publicação independente em e-book, por exemplo, está tão acessível que já o ano passado equacionei recuperar os direitos. E, com o alinhamento de astros, constelações e vontades, operacionalizei a vontade e retirei O Bater do Coração do mercado.

Escrever isto está-me a custar mais do que quando coloquei uma simples imagem nas Histórias do Instagram, mas queria dizer-vos. Tinha de dizer-vos!

Não sei se a história voltará um dia, mas fica aqui o registo da minha vontade e desejo. Agradeço, assim, este vosso apoio e que me permitiu chegar até aqui! Agradeço imenso todos os eventos, incluindo o meu primeiro lançamento na FNAC Leiria, primeira Feira do Livro de Lisboa e de Ourém, assim como o conhecer novos leitores. Espero que todos aqueles que leram a história tenham gostado da Laura e do Daniel e que, de alguma forma, o livro guarde um lugar especial na vossa estante. Quem sabe até, um dia, esta primeira edição se torne em algo raro…

Ou seja…

O livro já saiu dos principais canais de venda online e, por agora, terá uma ligação para esta publicação aqui no meu site. Quer isto dizer que não vão encontrar à venda, e oficialmente, esta história (site da Chiado Books, Wook, Bertrand, livrarias tradicionais). Poderá ser possível de encontrar em sites de venda de artigos em segunda mão.

2 thoughts on “Reavi os direitos do meu primeiro romance…

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.